Última hora

Última hora

Líbia: cidade-natal de Kaddafi é o próximo objetivo dos rebeldes

Em leitura:

Líbia: cidade-natal de Kaddafi é o próximo objetivo dos rebeldes

Tamanho do texto Aa Aa

Os rebeldes líbios ganham terreno em Tripoli e consolidam o apoio da comunidade internacional.

Cinco dias após a tomada da capital, o Conselho Nacional de Transição anunciou que vai transferir a sua sede da cidade de Bengasi para Tripoli. A ONU aprovou ontem a atribuição de uma ajuda de emergência de 1,5 mil milhões de dólares para a reconstrução do país.

Mas, apesar do entusiasmo de alguns combatentes, que prometem capturar e enviar Kaddafi para o tribunal penal internacional, os rebeldes não conseguiram ainda obter o ambicionado troféu de guerra.

Numa nova mensagem sonora difundida ontem, Kaddafi voltou a pedir aos seus apoiantes para não deixarem cair Tripoli, apelando às tribos para marcharem sobre a capital.

O paradeiro do coronel e dos filhos permanece desconhecido.

Depois da tomada do complexo presidencial, os rebeldes tentam pôr fim às últimas bolsas de resistência na capital.

Durante o dia de quinta-feira os combates centraram-se no bairro de Abu Salim e Machrour, apoiados pelos bombardeamentos da NATO.

Paralelamente, os rebeldes tentam avançar agora sobre Sirte, a cidade natal de kaddafi, onde o dirigente líbio poderia estar refugiado, e sobre a cidade de Zouara, na estrada que liga à Tunísia.

A imprensa britânica avançava a informação de que Londres e Paris estariam a coordenar estas duas ofensivas e que teriam mobilizado forças especiais para o terreno.