Última hora

Última hora

Irene passa de furacão a tempestade tropical

Em leitura:

Irene passa de furacão a tempestade tropical

Tamanho do texto Aa Aa

O furacão Irene perdeu força à medida que ia atingido a zona costeira de Nova Iorque.

Apesar de ter passado a tempestade tropical, o Irene tem deixado um rasto de devastação por onde tem passado, arrastando edifícios e deixando mais de três milhões de pessoas sem eletricidade

Praticamente 400 mil pessoas receberam ordens para deixar as zonas costeiras do sul de Manhattan, Staten Island e Brooklyn, numa operação de evacuação sem precedentes.

Mais de um milhão de pessoas foram retiradas das zonas costeiras de New Jersey.

Em Nova Iorque, mais de 70 mil residentes estão sem eletricidade. Os ventos fortes levaram ao encerramento de duas centrais elétricas, aeroportos, transportes públicos e estabelecimentos comerciais.

O presidente da câmara de Nova Iorque, Michael Bloomberg, anunciou que “terminou o período de evacuação. Todos devem ficar em casa e estar preparados para não sair enquanto as condições meteorológicos não melhorarem, o que deverá acontecer na tarde de domingo. Garanto-vos que vamos ultrapassar estas próximas 24h. A cidade tomou medidas exaustivas para estar preparada para tudo o que puder acontecer.”

A tempestade já provocou nove mortes nos Estados Unidos, entre elas uma criança de 11 anos atingida pela queda de uma árvore.

De acordo com o governador de New Jersey, o montante dos estragos provocados pela Irene deverá atingir as várias dezenas de mil milhões de dólares.