Última hora

Última hora

Al-Qaida no Magrebe Islâmico reivindica ataque a academia militar argelina

Em leitura:

Al-Qaida no Magrebe Islâmico reivindica ataque a academia militar argelina

Tamanho do texto Aa Aa

A Al-Qaida no Magrebe Islâmico reivindicou o duplo atentado que fez 18 mortos na Argélia na sexta-feira, justificado pelo suposto apoio do país ao líder líbio Muammar Kadhafi.

Num comunicado enviado pela internet à agência France Press, o ramo regional do grupo terrorista explica que os dois ataques suicidas visaram a Academia Militar de Cherchell por ser “o símbolo mais importante do regime argelino”.

As declarações da Al-Qaida no Magrebe Islâmico coincidem com as afirmações dos rebeldes líbios, que acusam a Argélia de apoiar ou mesmo esconder atualmente Khadafi, o que já foi desmentido por Argel.