Última hora

Última hora

Irene fustiga Nova Inglaterra depois de passar por Nova Iorque

Em leitura:

Irene fustiga Nova Inglaterra depois de passar por Nova Iorque

Tamanho do texto Aa Aa

A tempestade tropical Irene atinge a Nova Inglaterra, depois de ter passado este domingo por Nova Iorque. Apesar de ter enfraquecido da categoria inicial de furacão, as autoridades norte-americanas continuam a alertar para o perigo na costa nordeste dos Estados Unidos.

No seu rasto deixou até ao momento pelo menos 15 mortos e estragos bastante elevados, ainda difíceis de avaliar.

O presidente Barack Obama afirmou que “embora a tempestade tenha enfraquecido à medida que se movia para norte, continua a ser perigosa e a produzir chuvas intensas. O impacto desta tempestade será sentido durante algum tempo e a recuperação deverá demorar várias semanas, ou mesmo mais”.

Mais de três milhões e meio de norte-americanos estão sem eletricidade e as importantes inundações e milhares de árvores caídas atestam a fúria da intempérie.

Apesar de ter sido classificada na sexta-feira como a “mãe de todas as tempestades”, acabou por poupar Nova Iorque das previsões mais negras.

O presidente da Câmara, Michael Bloomberg, disse que a bolsa de Nova Iorque deverá “abrir como previsto” está segunda-feira e o dia “deverá ser normal. A maioria dos negócios irão – com alguns ajustes pequenos e rápidos – voltar ao trabalho de avançar com a economia na cidade”.

Nova Iorque viveu momentos de grande apreensão, depois de a tempestade ter obrigado a encerrar transportes públicos, cancelar milhares de voos e deslocar centenas de milhares de pessoas, deixando estranhamente vazios alguns dos pontos mais icónicos da Grande Maçã.