Última hora

Última hora

Itália: Executivo perdoa aos ricos imposto solidário

Em leitura:

Itália: Executivo perdoa aos ricos imposto solidário

Tamanho do texto Aa Aa

No dia 12 de agosto Silvio Berlusconi anunciava com o coração a sangrar, a criação de um imposto solidário para os rendimentos acima dos 90 mil euros.

Pouco mais de duas semanas depois o Executivo acabou por deixar cair a ideia.

No fim de uma reunião de sete horas com o líder do partido Liga Norte, Umberto Bossi, e com o ministro da Economia, Giulio Tremonti, Berlusconi anunciou em comunicado que esse imposto será substituído por medidas contra a evasão fiscal.

Contudo, para os parlamentares, o imposto será aplicado.

O pacote de austeridade de 45,5 mil milhões de euros apresentado por Giulio Tremonti expôs o ministro ao fogo cruzado de Silvio Berlusconi, Umberto Bossi e dos autarcas de todo o país.

Milhares de edis de todos os quadrantes políticos reuniram-se também em Milão para protestarem contra o pacote de austeridade que, segundo dizem, coloca em risco serviços básicos à população.

Uma das reivindicações dos autarcas foi atendida e as comunidades com menos de mil habitantes não serão obrigadas a fusões com outras, mas terão que até 2013 criar determinados serviços em comum com outras administrações locais.