Última hora

Última hora

Repórter da Euronews falou com filho de militar próximo de Kadhafi

Em leitura:

Repórter da Euronews falou com filho de militar próximo de Kadhafi

Tamanho do texto Aa Aa

Na capital líbia o repórter da Euronews, Jamel Ezzedini, visitou um hospital onde estão a ser tratados vários elementos das forças leais a Muammar Kadhafi, feridos em combate.

À exceção de apenas dois, todos os outros eram mercenários estrangeiros

Entre os feridos, estava Mustafa Saeed Awedat, filho de Saeed Ali Awedat um importante comandante militar muito próximo de Kadhafi procurado pelas forças rebeldes. Mustafa foi ferido durante a batalha por Tripoli:

“Não estive na linha da frente. Só lutei dentro de Tripoli, não saí da cidade.

Quero enviar uma mensagem ao povo líbio, à minha família, ao meu povo, aos meus irmãos. Todos eles adoram Muammar Kadhafi, e devem continuar a gostar dele, mas sem derramamento de sangue. Quem apoia os rebeldes que o faça, mas também sem derramar sangue. A revolução de 17 de fevereiro trouxe a liberdade e a democracia.

Não deixem que a liberdade de expressão seja alicerçada no sangue derramado entre vós. Não deixem que seja como as minhas pernas. Não deixem que o ódio vos transforme em inimigos A Líbia não são muitas tribos. A Líbia é uma só tribo, a tribo da Líbia”.