Última hora

Última hora

Fim do Ramadão celebrado no mundo árabe

Em leitura:

Fim do Ramadão celebrado no mundo árabe

Tamanho do texto Aa Aa

A Arábia Saudita, o Egito e alguns outros países árabes anunciaram o fim do Ramadão, um mês que para os muçulmanos é marcado pelo jejum observado do alvor ao pôr-do-sol e pelos atos de piedade.

O período do Eid al-Fitr marcam o fim do Ramadão, começam esta terça-feira.

“É a primeira vez que fazemos as orações do Eid na praça Tahrir. Sentimo-nos livres e felizes e agradecemos a Deus este Eid sem o Mubarak”, sublinhou um habitante da capital egípcia.

“Liberdade, liberdade, poderosa liberdade. Felicidade e liberdade para o povo egípcio e que todos os anos nos encontremos de boa saúde. Que Deus mantenha tudo tão bem como agora está. É tudo o que tenho a dizer. Obrigado”, disse um outro egípcio.

Milhares de muçulmanos palestinianos também celebraram o Eid al-Fitr em Jerusalém, na margem ocidental do Jordão e em Gaza.

Em Jerusalém as celebrações foram feitas na mesquita de al-Aqsa.

No Afeganistão enquanto crianças brincavam num parque em Cabul, o presidente Karzai celebrava o Eid al-Fitr juntamente com outros membros do governo na mesquita do palácio presidencial, apelando aos talibãs para deixarem de utilizar crianças em ataques.