Última hora

Última hora

Governo americano implicado no escândalo das doenças venéreas na Guatemala

Em leitura:

Governo americano implicado no escândalo das doenças venéreas na Guatemala

Tamanho do texto Aa Aa

Os cientistas americanos que inocularam deliberadamente mais de cinco mil guatemaltecos com as bactérias da sífilis e gonorreia nos anos 40 estavam conscientes de violarem as normas da ética médica e tentaram camuflar as experiências.

Esta é a conclusão do relatório da comissão presidencial para os estudos da bioética, criada pelo presidente Barack Obama.

O escândalo das experiências feitas em doentes mentais e prisioneiros na Guatemala rebentou no ano passado. O presidente norte-americano pediu desculpas e criou uma comissão de investigação.

83 pessoas perderam a vida na sequência destas experiências, que decorreram entre 1946 e 1948. O objetivo era provar a eficácia de medidas profiláticas e o efeito da penicilina. Os estudos foram financiados pelo governo dos Estados Unidos.