Última hora

Última hora

Um Eid de libertação para os líbios

Em leitura:

Um Eid de libertação para os líbios

Tamanho do texto Aa Aa

Os líbios celebram o fim do Ramadão entre lágrimas do sofrimento por que passam e a alegria da mudança política.

Os mercados enchem-se de gente à procura das iguarias, roupas e jóias típicas da celebração do Eid al-Fitr, os dois dias de festa que encerram o mês santo muçulmano.

Em Tripoli, o Eid tem este ano sabor a esperança e na expressão “Inchallah” – Queira Deus – cabem todos os sonhos dos líbios:

“Uma longa vida para todos os líbios. Deus queira e graças a deus. A vida está a voltar ao normal, as pessoas retomam o gosto de sair, temos tudo o que precisamos. Uma vez mais obrigada a deus e deus queira que todos os líbios tenham uma longa vida”.

“Está tudo cem por cento bem. Graças a deus. O ambiente do Eid é impecável em Tripoli. Estamos aqui no souk El Jemaa e está tudo bem. deus seja louvado. As lojas estão abertas, as pessoas estão felizes. Graças a deus. Só nos falta eletricidade, água e gás e é tudo. Deus seja Louvado”.

Eletricidade água e gás essenciais por exemplo para o fabrico do pão. Centenas de pessoas passam horas nas filas de espera frente às padarias para se abastecerem.

As organizações de ajuda humanitária temem que a falta de água possa ter um sério impacto na saúde das populações.