Última hora

Última hora

ONU descarta envio de "capacetes azuis" para a Líbia e libera fundos para assistência

Em leitura:

ONU descarta envio de "capacetes azuis" para a Líbia e libera fundos para assistência

Tamanho do texto Aa Aa

A ONU descarta para já o envio de “capacetes azuis” para a Líbia, uma vez concluído o conflito armado.

No plano económico, o Comité de Sanções das Nações Unidas aprovou o pedido de Londres para o desbloqueio de fundos líbios congelados em bancos britânicos.

Na reunião do Conselho de Segurança, em Nova Iorque, o secretário-geral da ONU frisou que “o facto do Comité de Sanções ter agido para libertar mil e quinhentos milhões de dólares em fundos líbios congelados para a assistência humanitária teve uma importância vital. A atribuição da primeira fatia desses fundos, de 110 milhões de dólares, já foi concretizada”.

Ban Ki-Moon acrescentou que “o povo líbio tem os olhos postos na comunidade internacional em busca de ajuda. O governo de transição irá delinear pedidos específicos nos próximos dias. O objetivo é enviar pessoal das Nações Unidas para o terreno o mais rápido possível, no quadro de um mandato robusto do Conselho de Segurança”.

Segundo o enviado especial Ian Martin, a missão da ONU terá apenas “um caráter político”, já que o novo poder líbio rejeita a presença de qualquer força militar.