Última hora

Última hora

Filhos de Khadafi dão sinais de divisões no clã do coronel

Em leitura:

Filhos de Khadafi dão sinais de divisões no clã do coronel

Tamanho do texto Aa Aa

Luta ou rendição? O clã Kadhafi dá sinais de profundas divisões.

Um dos filhos do coronel, Saif al-Islam, apelou esta quarta-feira aos apoiantes para resistirem contra os rebeldes. Numa declaração difundida por uma televisão síria, diz falar desde um subúrbio de Tripoli e acrescenta que Muammar Khadafi – cujo paradeiro é desconhecido – está bem. Saif al-Islam diz que há 20 mil jovens armados prontos a defender Sirte, cidade-natal do coronel.

Na capital líbia, a rebelião descarta os comentários do filho de Kadhafi.

O chefe da brigada rebelde de Tripoli afirma que os insurgentes também não abandonam a luta. Ali Mahdi Abdel Hameed diz que as declarações de Saif Al-Islam “são um disparate”, já que ele não tem onde combater. Os rebeldes “controlam a quase totalidade de Tripoli”.

Já outro dos filhos de Kadhafi, Saadi, classificou os rebeldes como “irmãos” numa entrevista à televisão Al-Arabiya e mostrou-se disposto a render-se para “parar o banho de sangue”.

O comandante que dirige o Conselho Militar insurgente em Tripoli disse que falou pessoalmente com Saadi e que ele “exprimiu a intenção de juntar-se aos rebeldes, que por seu lado lhe sublinharam que a rendição das figuras do regime é inevitável. Foi-lhe também prometido um tratamento decente, de acordo com o respeito dos direitos humanos, caso ele se renda”.

Em relação a Kadhafi, um responsável do orgão dirigente da rebelião sublinhou que os insurgentes têm “o direito de o matar” se ele não se render também.