Última hora

Última hora

EUA não criam postos de trabalho em agosto

Em leitura:

EUA não criam postos de trabalho em agosto

Tamanho do texto Aa Aa

São os piores dados desde setembro de 2010. A economia norte-americana não criou qualquer emprego em agosto, uma vez que a destruição anulou a criação de postos de trabalho. Os dados podem ter sido afetados por uma greve na empresa Verizon. Os economistas esperavam um saldo positivo de 70 mil empregos.

A taxa de desemprego manteve-se nos 9,1%, como os analistas previam. Em abril, o desemprego atingiu os 9% e desde então a taxa tem-se mantido acima dessa barreira.

Com este nível de desemprego e a confiança em colapso, o presidente Barack Obama está sob grande pressão para apresentar medidas para estimular a criação de emprego.

Na segunda-feira, o presidente Barack Obama nomeou Alan Krueger, especialista em desemprego da Universidade de Princeton, como presidente do Conselho Económico da Casa Branca.

Na próxima quinta-feira, Obama vai apresentar o plano do Governo para fomentar o emprego, numa sessão conjunta do Congresso.

O plano vai depender dos republicanos, provavelmente pouco dispostos a apoiá-lo 14 meses antes das eleições.