Última hora

Última hora

Israel não pede desculpas à Turquia

Em leitura:

Israel não pede desculpas à Turquia

Tamanho do texto Aa Aa

Após a Turquia ter expulsado o embaixador de Israel em Ancara, Israel reafirmou que não irá pedir desculpas pela operação contra a frota proveniente da Turquia que em maio 2010 tentou furar o bloqueio israelita à Faixa de Gaza.

O Hamas, no poder na Faixa de Gaza, congratulou-se com a posição assumida pela Turquia.

“O Hamas, a resistência islâmica, congratula-se com a decisão do governo turco de expulsar o embaixador israelita, e considera isso uma resposta natural ao ataque contra os voluntários da frota que protestavam contra o bloqueio a Gaza”, declarou Sami Abu Zuhri, porta-voz do Hamas.

A 30 de maio de 2010, a marinha de guerra israelita tomou de assalto o ferry turco Mavi Marmara, que liderava uma frota humanitária internacional que seguia da Turquia para Gaza. Nove passageiros turcos foram mortos na operação.