Última hora

Última hora

Americanos e britânicos colaboraram com regime de Trípoli

Em leitura:

Americanos e britânicos colaboraram com regime de Trípoli

Tamanho do texto Aa Aa

O lado oculto do regime e as relações do coronel Kadafi com o mundo, tudo a nú na sede dos serviços secretos líbios, em Tripoli.

Milhares de documentos que revelam a estreita cooperaçao de americanos e britânicos nos anos 2000, com os serviços secretos do regime.

Este responsável da Human Rights Watch explica que a CIA terá entregue prisioneiros ao regime líbio para interrogatório durante o Governo de George W. Bush. Também em 2004, a CIA chegou mesmo a ter “uma presença permanente” na Líbia.

Aos pedidos de interrogatório feitos pela agência, a Líbia exigia contrapartidas, como pedir aos americanos que encontrassem Abu Abdullah al-Sadiq, um dirigente da oposição, ou a de ajudar o país a sair do isolamento internacional em que se encontrava.

Os arquivos estão a ser protegidos para ajudar a autoridade transitória líbia a recuperar documentos sensíveis deixados pelo regime.

uma das revelações é sobre o ex-chefe do serviço secreto líbio, Mussa Kussa, que se tinha estabelecido no Reino Unido em março, e embora fosse acusado de violações de direitos humanos, foi autorizado a viajar para o Qatar no mês seguinte.

Revelaçoes embaraçantes para alguns dirigentes internacionais que mostram o lado obscuro do poder mesmo nos países ditos democráticos.