Última hora

Última hora

Militares sírios matam mais duas dezenas de manifestantes

Em leitura:

Militares sírios matam mais duas dezenas de manifestantes

Tamanho do texto Aa Aa

Novos protestos na Síria causam a morte a mais 21 pessoas.

As forças de segurança dispararam contra os manifestantes em várias cidades, especialmente nos subúrbios de Damasco.

Apesar das sanções e da pressão internacional, as autoridades sírias continuam com a política de repressão.

A revolta síria que desde 15 de março é violentamente esmagada pelo regime casou já 2400 vítimas mortais, segundo a ONU.

Por regra as manifestações acontecem à saída das mesquitas, após a oração, mas às sextas-feiras, dia de repouso islâmico, a mobilização é maior.

Confrontado por um movimento de contestação que no começo só pedia reformas democráticas, o presidente Bashar al-Assad é visto agora como um tirano, ao mesmo nível de Muammar Kadafi.