Última hora

Última hora

Rebeldes líbios preparam ataque final aos últimos redutos de Khadafi

Em leitura:

Rebeldes líbios preparam ataque final aos últimos redutos de Khadafi

Tamanho do texto Aa Aa

Ordem para esperar. Essa é a indicação que os líderes rebeldes líbios deram aos combatentes no terreno que estão a cercar as cidades de Bani Walid e Sirte, os últimos bastiões pró-Khadafi.

O tempo permite que a investida contra estas duas localidades seja preparada minuciosamente, até porque o Conselho Nacional de Transição pretende evitar mais derramamento de sangue.

Um representante dos insurgentes, Mustafa Sami, realça que foi lançado um ultimato aos lealistas que “têm uma semana para se render, caso contrário serão atacados”.

O relógio está a contar desde sábado. Os refugiados de Bani Walid relatam que se tornou numa cidade fantasma, sem eletricidade, nem água, nem combustíveis.

A possibilidade de ser lá que se encontra Muammar Khadafi permanece uma incógnita, embora se especule que vários familiares seus estejam mesmo na cidade. Um porta-voz do ditador garante que ele ainda se encontra na Líbia.

Sabe-se que muitos dos seus fiéis estão a fugir com artilharia para as montanhas que circundam Bani Walid, o que pode anunciar uma deslocação do palco dos combates.

O repórter da Euronews, Mustafa Bag, passou por um campo onde estavam baseadas tropas de Khadafi, entretanto conquistado pelos rebeldes a caminho de Bani Walid, apoiados pelos aviões da NATO.