Última hora

Última hora

Líbia: assalto a Bani Walid parece inevitável

Em leitura:

Líbia: assalto a Bani Walid parece inevitável

Tamanho do texto Aa Aa

O bastião pró-Khadafi de Bani Walid resiste à rendição. Cercadas pelos rebeldes, as forças leais ao coronel entrincheiradas na cidade recusam entregar as armas. O Conselho Nacional de Transição – orgão dirigente da rebelião – tem dado prioridade às negociações mas o assalto à cidade pode estar para breve.

O correspondente da euronews, Mustafa Bag, explica que à sua “esquerda, está a estrada que liga a Bani Walid e, atrás, a que conduz a Sirte. As forças rebeldes cercaram a cidade e esperam ainda uma resposta definitiva dos seguidores de Khadafi. Resta saber se será preciso recorrer à força para conquistar a cidade”.

Os rebeldes acreditam que uma vitória em Bani Walid poderá levar à capitulação dos últimos redutos do coronel, nomeadamente Sirte.

O diálogo promovido nos últimos dias tinha como objetivo evitar um banho de sangue, mas o chefe dos negociadores rebeldes disse, este domingo, que “de momento não há nada mais a oferecer”, esperando que “as brigadas de Bani Walid abandonem a cidade em breve”. Abdullah Kanshil frisou que, da parte dos rebeldes, as negociações estão terminadas.

Segundo Kanshil, em Bani Walid estão escondidos um antigo porta-voz e dois filhos de Khadafi, Saadi e Muatassim. A respeito do coronel as informações são mais confusas, mas algumas fontes rebeldes acreditam que também está na cidade.