Última hora

Última hora

NATO manterá ações na Líbia até Kadafi deixar de ser uma ameaça

Em leitura:

NATO manterá ações na Líbia até Kadafi deixar de ser uma ameaça

Tamanho do texto Aa Aa

O enviado especial do secretário-geral da ONU, Ian Martin, encontra-se em Trípoli numa altura em que o Conselho Nacional de Transição prepara a mudança para a capital e a criação de um exército nacional.

A polícia está de volta às ruas, homens e mulheres que cantam uma Líbia livre e cuja prioridade é agora ajudar a restabelecer a segurança tendo em vista a realização de eleições.

“O Conselho Nacional de Transição colocou o apoio no processo eleitoral nos primeiros lugares da lista das tarefas para as quais deseja assistência das Nações Unidas e já fizemos trabalho preparatório”, disse Ian Martin

O CNT tenciona dirigir o país até às eleições, dentro de oito meses querem criar uma assembleia constituinte de cerca de 200 membros, e as as eleições gerais deverão ser realizadas um ano mais tarde.

Este prazo de oito meses só se iniciará quando as novas autoridades declararem a libertação total do país, o que ainda não é o caso.

Em Bruxelas o secretário-geral da Aliança Atlantica, Anders Fogh Rasmussen disse à Euronews que as operações militares na Libia vão manter-se enquanto os combatentes leais a Kadafi constituirem uma ameaça para a população.