Última hora

Última hora

Eventual asilo de Kadhafi no Burkina-Faso deve-se ao "dinheiro investido"

Em leitura:

Eventual asilo de Kadhafi no Burkina-Faso deve-se ao "dinheiro investido"

Tamanho do texto Aa Aa

O Burkina-Faso é um destino muito provável para Muammar Kadhafi. O país, para surpresa de muitos outros, ofereceu-se recentemente para acolher o antigo ditador.

Depois, surgiu a informação de que uma impressionante coluna militar chegou a Agadez, no Níger, vinda da Líbia, e possívelmente a caminho do Burkina-Faso. Se Kadhafi lá ia, não se sabe, e a NATO, aparentemente, também não o pretende apurar, anunciando que a sua missão é proteger o povo, não perseguir os dirigentes depostos.

Um jornalista da televisão nacional do Burkina- Faso, Innocent Soulama, entrevistado pela Euronews, explica que “o ministro da Comunicação do seu país reafirmou a disponibilidade para exercer o direito de asilo, mas também deseja que ele aconteça em acordo com a comunidade internacional. Há uma muito boa relação com a Líbia, e é público também que o país apoiou o Conselho Nacional de Transição no seu avanço para a democratização. No entanto, a Líbia investiu muito dinheiro no Burkina-Faso. Resta saber se isso é mesmo suficiente para conceder direito de asilo a Muammar Kadhafi neste contexto tão controverso”.