Última hora

Última hora

Saab pede proteção contra credores

Em leitura:

Saab pede proteção contra credores

Tamanho do texto Aa Aa

A Saab pediu proteção contra credores a um tribunal sueco. A empresa pretende reorganizar a maior parte das atividades e encontrar financiamentos.

Em abril, a construtora automóvel teve de parar a produção, uma vez que os fornecedores deixaram de fazer as entregas por falta de pagamento.

“Os últimos quatro meses foram muito turbulentos. Conseguimos cerca de 125 milhões de euros de capital e outros financiamentos para a nossa empresa, embora não tenha sido suficiente”, afirmou o CEO da Saab, Victor Muller.

A produção da Saab diminuiu substancialmente a partir de 2007, ano em que produziu mais de 125 mil viaturas. No ano passado, a produção limitou-se a 32 mil carros.

A empresa informou também que pretende apresentar um plano de reorganização aos credores dentro de três semanas e continua à espera dos investimentos prometidos por duas firmas chinesas.

A fabricante automóvel não pagou os salários de agosto.