Última hora

Em leitura:

Os bombeiros que salvaram e morreram nas Torres Gémeas


EUA

Os bombeiros que salvaram e morreram nas Torres Gémeas

O vazio deixado no espaço antes ocupado pelas torres que simbolizavam a grandiosidade americana, é agora ocupado pela memória, pela lembrança das vítimas e dos heróis da chamada infâmia terrorista.

Muitos desses heróis eram bombeiros nova-iorquinos, homenageados num desfile que percorreu a Quinta Avenida e culminou na Catedral de St. Patrick.

O presidente da Câmara, Michael Bloomberg, realçou que Nova Iorque “teve a sorte de contar com um grupo de homens e mulheres que conseguiram dominar o instinto do medo para ajudar os outros. Isso foi evidente, de uma forma trágica, no 11 de Setembro”.

Um a um, foram enunciados os nomes dos 343 bombeiros que morreram nas Torres Gémeas. Muitos dos soldados da paz tinham ido voluntariamente até ao local dos atentados.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Japão recorda vítimas do 11 de Março