Última hora

Última hora

Crise do euro inquieta EUA e China

Em leitura:

Crise do euro inquieta EUA e China

Tamanho do texto Aa Aa

Na reunião do ECOFIN, que decorrerá na próxima semana na Polónia, o Secretário de Estado do Tesouro americano, Tomothy Geithner, irá pressionar os governos europeus para acelerarem os esforços para a resolução da crise. Na abertura da sessão do Fórum Económico Mundial de Davos, em Dalian, Wen Jiabao também enviou um recado:

“Os governos de todos os países devem assumir a responsabilidade de gerir os seus negócios. Os países mais desenvolvidos devem adotar políticas fiscais responsáveis e eficazes para lidar convenientemente com o problema da dívida soberana”, disse o Primeiro-Ministro chinês

Mas apesar da inquietude americana e chinesa, o apoio da China aos países da zona euro foi manifestado terça-feira pelo governo chinês, com a eventual possibilidade de Pequim comprar títulos do tesouro italiano.

Entretanto, a crise da dívida grega estará hoje em análise numa conferência telefónica entre o primeiro-ministro grego, George Papandreou, a chanceler alemã, Angela Merkel e o presidente francês, Nicolas Sarkozy numa altura em que surgem rumores sobre o possível incumprimento da Grécia.