Última hora

Última hora

Financiamentos políticos ocultos estão a agitar a França

Em leitura:

Financiamentos políticos ocultos estão a agitar a França

Tamanho do texto Aa Aa

A França está mergulhada em mais um escândalo político. A pouco mais de seis meses da eleição presidencial, as declarações do advogado Robert Bourgi sobre financiamentos ocultos de países africanos a Jacques Chirac e Dominique de Villepin durante a presidência de Chirac estão a criar muita agitação.

A oposição pede a criação de uma comissão parlamentar de inquérito; o ministério público anunciou a abertura de um inquérito judicial para ouvir o autor das acusações.

Segundo este advogado, que foi conselheiro do governo durante a presidência de Jacques Chirac, Senegal, Burkina Faso, Costa do Marfim, Gabão e Congo contribuiram com dinheiro para campanhas políticas francesas entre 1995 e 2005.

Robert Bourgi é um próximo de Nicolas Sarkozy e muito se perguntam o objetivo destas revelações, tanto mais que há rumores de que a campanha presidencial em que Sarkozy foi eleito poderá ter sido também abençoada com fundos vindos de África.

Diz-se ainda que nem Jean Marie Le Pen, o então líder do Front National, terá resistido à generosidade africana.