Última hora

Última hora

Sarkozy e Cameron recebidos em apoteose na Líbia libertada

Em leitura:

Sarkozy e Cameron recebidos em apoteose na Líbia libertada

Tamanho do texto Aa Aa

Novo capítulo na transição líbia. Acolhidos com abraços e apertos de mão, o Presidente francês, Nicolas Sarkozy, e o primeiro-ministro britânico, David Cameron, aterraram esta manhã em Tripoli.

Trata-se da primeira viagem oficial de altos dirigentes ocidentais à capital líbia, desde que o regime de Muammar Kadhafi foi expulso da cidade.

À chegada foram recebidos pelo líder do Conselho Nacional de Transição, Mustafa Abdel Jalil, e pelo primeiro-ministro, Mahmoud Jibril.

Uma multidão em apoteose juntou-se para ouvir, entre outras coisas, a promessa de que Kadhafi e outros responsáveis terão de enfrentar a justiça.

“Temos um destino em comum. É o que estamos a construir. Isto é valido para a Líbia, mas também para todo o mundo árabe que quer libertar as amarras. França e Europa estarão ao lado desses países”, assegurou o Presidente francês, Nicolas Sarkozy, durante uma conferência de imprensa em Tripoli.

O primeiro-ministro britânico glorificou o povo líbio. “Esta foi a vossa revolução, não a nossa. Foram as pessoas corajosas”, disse David Cameron.

Esta manhã Sarkozy e Cameron visitaram ainda um hospital na capital líbia. Seguidos por uma longa comitiva conversaram com os feridos e médicos que cuidam das vítimas do conflito armado.

Depois de Tripoli, o périplo relâmpago segue para Bengazi. No bastião dos insurgentes líbios, espera-se um discurso na Praça da Liberdade.

No terreno está montado um forte dispositivo de segurança, uma vez que em algumas zonas do país prossegue a luta armada entre rebeldes e forças fiéis ao regime do coronel.