Última hora

Última hora

UE defende zona euro

Em leitura:

UE defende zona euro

Tamanho do texto Aa Aa

União Europeia defende com unhas e dentes a economia da zona euro na Polónia.

Timothy Geithner, secretário norte-americano do Tesouro, presente pela primeira vez numa reunião sobre a crise do euro, tentou dar lições de economia aos Ministros das finanças da UE mas a resposta não se fez esperar.

Jean-Claude Trichet, Presidente do Banco Central Europeu, afirmou que a zona euro está melhor que outras grandes economias.

“No final do ano vamos ter, provavelmente, um défice das finanças públicas de 4,5 por cento do PIB, quando noutras grandes economias está na ordem dos 10 por cento e o nosso nível de endividamento é também menor.”

Crispações à parte, o Comissário europeu para os mercados internos, frisou a importância da criação do imposto sobre as transações.

“Dentro de algumas semanas a Comissão Europeia e o Presidente Barroso avançarão com propostas para a base de um imposto sobre as transações financeiras a ser implementado. Penso que será fácil de pôr em prática, parece-me financeiramente produtivo, economicamente suportável e politicamente justo.”

Paralelamente ao encontro, mas nas proximidades do local, milhares de pessoas participaram numa manifestação. Uma jornada de luta, um apelo da Confederação Europeia de Sindicatos, pelo emprego e proteção social.