Última hora

Última hora

Alemanha: Conservadores saem enfraquecidos em Berlim

Em leitura:

Alemanha: Conservadores saem enfraquecidos em Berlim

Tamanho do texto Aa Aa

Os sociais-democratas do SPD venceram as eleições regionais em Berlim, suplantando os democratas cristãos do CDU.

Como os neocomunistas do Die Linke deixaram de ter maioria absoluta em conjunto com o SPD para formar novo Senado, estes terão agora que procurar nos verdes a aliança para a desejada maioria.

“Minhas senhoras, meus senhores, meus amigos. Hoje, em Berlim, foi um dia de sucesso para o CDU.

Meus amigos, conseguimos o principal objetivo desta campanha: a coligação vermelho-vermelho, já não tem a maioria na nossa cidade. A vermelho-vermelho, foi derrotada”, congratulou-se Frank Henkel, cabeça-de-lista do CDU.

Os sociais-democratas averbaram 28,3 por cento dos votos

garantindo novo mandato a Klaus Wowereit, burgomestre da maior metrópole alemã nos últimos 10 anos.

Os liberais do FDP, obtiveram apenas 1,8 por cento dos votos, o que significa que ficarão fora da câmara de deputados berlinense.

“Em conjunto, os resultados do CDU e do FDP é um bom resultado porque os conservadores voltaram a sair enfraquecidos nesta cidade.

É muito menos que da última vez, e também é justo que a política inqualificável do FDP sobre o euro – querendo fazer das pessoas estúpidas – tenha recebido tal castigo”, disse Klaus Wowereit.

O grande resultado foi no entanto alcançado pelo Partido dos Piratas, que defende, por exemplo, total liberdade de copiar conteúdos na Internet, ou transportes públicos gratuitos.

Com 8,9 por cento dos votos, elegeu pela primeira vez representantes num parlamento regional na Alemanha.