Última hora

Última hora

Grécia promete mais austeridade

Em leitura:

Grécia promete mais austeridade

Tamanho do texto Aa Aa

Na Grécia o descontentamento da população continua na ordem do dia.

No domingo, o anúncio de mais medidas de austeridade provocou motins em frente ao Parlamento em Atenas.

O primeiro-ministro George Papandreou cancelou uma deslocação à Assembleia Geral da ONU, em Nova Iorque, para presidir a um encontro do executivo na véspera de uma reunião com inspectores da União Europeia e do FMI.

Em declarações à imprensa, o ministro grego das finanças, Evangelos Venizelos, comprometeu-se a tomar decisões duras a fim de reduzir o défice do país sem contudo avançat com mais detalhes sobre como o fará.

“Se queremos parar a chantagem e a humilhação, porque nenhum cidadão deve tolerar isto, temos que tomar três decisões estratégicas enquanto parte da nossa estratégia nacional. Em primeiro lugar temos que atingir os níveis fiscais de 2011 e 2012”, disse Venizelos.

Em causa está o pagamento da nova fatia de financiamento, oito mil milhões de euros, relativa ao pacote de resgate acordado no ano passado no valor de 110 mil milhões de euros.