Última hora

Última hora

UE apela a contenção depois de Ancara ameaçar exploração de gás em Chipre

Em leitura:

UE apela a contenção depois de Ancara ameaçar exploração de gás em Chipre

Tamanho do texto Aa Aa

A União Europeia pediu à Turquia para evitar ameaças contra Chipre, depois de uma companhia norte-americana ter iniciado explorações de gás natural ao largo da ilha, a cargo do governo cipriota-grego.

Ancara, que não reconhece a República de Chipre, advertiu que a sua marinha poderá acompanhar os barcos em tarefas de exploração no Mediterrâneo.

Um porta-voz do governo cipriota-grego frisou que é preciso manter uma posição de “responsabilidade, (…) sobretudo nesta conjuntura crítica”.

Mas a Turquia diz tratar-se de uma “violação da lei internacional” e está preparada para iniciar também explorações em colaboração com a República Turca do Norte de Chipre, reconhecida apenas por Ancara.

O ministro turco da Energia afirma que “não foi determinada uma zona económica exclusiva. Os cipriotas-gregos não têm o direito de agir independentemente. Trata-se de um ato de provocação”.

A Turquia já ameaçou congelar as relações com os Vinte e Sete no segundo semestre de 2012, quando Chipre assumir a presidência rotativa da União Europeia.