Última hora

Última hora

Papa enfrenta boicote de deputados alemães

Em leitura:

Papa enfrenta boicote de deputados alemães

Tamanho do texto Aa Aa

O Papa Bento XVI começou aquela que é, até agora, a mais difícil das visitas oficiais ao país natal, a Alemanha, já que desta vez a visita incide sobre regiões maioritariamente protestantes e agnósticas.

A visita incide sobre as regiões da antiga RDA e começa pela alemã, Berlim. À chegada, foi recebido pelo presidente Christian Wulff, católico e pela chanceler Angela Merkel, protestante.

O segundo dia da visita vai ser particularmente importante para a reconciliação entre as duas correntes. O sumo pontífice vai visitar o mosteiro de Erfurt, onde viveu o pai da reforma protestante, Martinho Lutero.

Hoje, o Papa vai celebrar missa no Estádio Olímpico de Berlim, o mesmo onde Hitler inaugurou os Jogos de 1936. Vai depois encontrar-se com membros das comunidades judia e muçulmana.

Mas a prova mais difícil é o discurso no parlamento, já que cem deputados, que representam cerca de um sétimo da assembleia, prometeram boicotar.