Última hora

Última hora

Roménia e Bulgária vão continuar "à porta" do espaço Schengen

Em leitura:

Roménia e Bulgária vão continuar "à porta" do espaço Schengen

Tamanho do texto Aa Aa

A Roménia e a Bulgária deverão esperar ainda mais algum tempo para entrar no espaço Schengen, de livre circulação de pessoas e bens. A Holanda e a Finlândia bloquearam, em reunião dos ministros do Interior da União Europeia, a entrada destes dois estados-membros, referindo atrasos nas reformas.

“Apesar do bom trabalho realizado nos últimos anos pelos dois países em causa, ainda há muitas fraquezas: na reforma judiciária, na luta contra a corrupção e contra o crime organizado”, explicou Geerd Leers, ministro da Imigração da Holanda.

A Roménia e a Bulgária aderiram em 2007 e receberam financiamento para reforçar o controlo de uma das mais importantes fronteiras exteriores da UE. O governo de Bucareste não aceita os argumentos apresentados.

“Uma grande maioria dos investidores na Roménia, os grandes grupos de capital, têm origem nesta região, na Holanda. Visto os homens de negócios, as empresas da Holanda confiarem e investirem na Roménia, é dificil para nós aceitar esta posição oficial. Aliás, os investidores holandeses desaprovam esta posição”, afirmou Traian Igas, ministro do Interior da Roménia.

Uma possível saída para a situação é a entrada faseada no espaço Schengen. Primeiro a abertura aos portos e aeroportos e só depois as fronteiras terrestres. A decisão terá de ser tomada unanimamente pelos 27 estados-membros e deverá ser adiada para o Conselho da UE, em Outubro.