Última hora

Última hora

Netanyahu pede negociações imediatas

Em leitura:

Netanyahu pede negociações imediatas

Tamanho do texto Aa Aa

Depois do discurso de Mahmud Abbas na ONU, foi a vez do primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, dar a conhecer a versão israelita da questão.

Netanyahu diz que Israel será o primeiro país a reconhecer o Estado palestiniano, a partir do momento em que a segurança estiver assegurada. Desmentiu ainda os argumentos apresentados antes por Abbas: “O coração do conflito não são os colonatos. Os colonatos são uma consequência do conflito. O centro da discordância é, foi sempre e infelizmente continua a ser a recusa dos palestinianos em reconhecer um estado judeu, seja em que fronteiras forem. Chegou a altura de os palestinianos reconhecerem que Israel é o Estado judeu”

“!http://www.euronews.net/media/download/articlepix/plastinian-statehood.jpg!”: http://pt.euronews.net/tag/estado-palestiniano/

Israel e a Autoridade Palestiniana continuam a divergir no que toca às fronteiras e a outras questões.

Netanyahu lançou um desafio a Mahmud Abbas e pediu um encontro a dois ali mesmo, em Nova Iorque: “Presidente Abbas, porque não se junta a mim? Temos de parar de negociar as negociações. Vamos avançar com isto. Vamos negociar a paz”.