Última hora

Última hora

Líbia: Forças anti-Kadhafi suspendem assalto a Sirte para a NATO bombardear a cidade

Em leitura:

Líbia: Forças anti-Kadhafi suspendem assalto a Sirte para a NATO bombardear a cidade

Tamanho do texto Aa Aa

As forças do governo de transição na Líbia suspenderam o assalto a Sirte para deixar espaço à NATO para bombardear a cidade natal de Muammar Kadhafi.

Os antigos rebeldes recuaram para os arredores da cidade de onde continuam a atacar com artilharia.

Relatos de algumas pessoas que conseguiram fugir de Sirte, afirmam que as forças pró-Kadhafi estão a matar civis e a utilizá-los como escudos humanos.

Paralelamente, aliados de Kadhafi lançaram um ataque a Ghadames, junto à fronteira com a Argélia, que fez pelo menos cinco mortos entre as forças do novo regime numa cidade classificada de Património da Humanidade pela UNESCO.

Este domingo fica ainda marcado pela descoberta de uma vala comum, com perto de 1300 cadáveres, junto à prisão de Abu Salim, em Tripoli.

Segundo informaram as autoridades, tratam-se dos prisioneiros da sinistra prisão de Abu Salim, vítimas de um massacre do regime de Kadhafi em 1996.