Última hora

Última hora

Vitória histórica da esquerda francesa

Em leitura:

Vitória histórica da esquerda francesa

Tamanho do texto Aa Aa

A esquerda francesa francesa alcançou uma vitória histórica, nas eleições para o Senado, quando faltam apenas sete meses para as presidenciais.

Uma vitória que criou alguma euforia, nas hostes do PS e também alguns sinais de desorientação, à direita.

François Hollande e Martine Aubry seguiram atentamente os resultados.

O presidente do Senado que era agora recandidato, Gerard Larcher, ficou desolado e reconheceu que o salto da esquerda foi muito forte:

“O impulso da oposição de esquerda é real e mais forte do que eu esperava”.

Um impulso que, antes de concluído o escrutínio, já tinha garantido a maioria absoluta à esquerda, com 175 mandatos.

Depois das vitórias socialistas, nas locais, François Hollande entende que esta vitória é o lançamento das presidencaais, da próxima primavera:

“É uma séria, mesmo crítica, derrota para Nicolas Sarkozy. O que pode acontecer após esta eleição histórica do Senado, é ter uma eleição presidencial que poderá ser igualmente historica”.

Nicolas Sarkozy caminha agora a alta velocidade para um teste decisivo, como disse o primeiro-ministro, François Fillon.

O chefe do governo considera que a batalha para as presidenciais, “começou hoje mesmo”.

E apelou à união da direita, para garantir a reeleição de Sarkozy.