Última hora

Última hora

Juncker responde a Obama sobre a dívida grega

Em leitura:

Juncker responde a Obama sobre a dívida grega

Tamanho do texto Aa Aa

Jean-Claude Juncker reafirmou a vontade da Zona Euro de não deixar cair a Grécia, contra as vozes que sugerem que o país saia do grupo da moeda única.

O presidente do Eurogrupo foi à sessão plenária do Parlamento Europeu explicar o que falhou na ajuda à economia grega. Embora fazendo um “mea culpa” do lado europeu, acusa também a especulação vinda dos Estados Unidos: “Aceito que o presidente americano se dirija aos europeus, recomendando aquilo que a administração americana acha que a União Europeia e a Zona Euro devem fazer. Temos 17 democracias no interior da Zona Euro, 17 governos, 17 parlamentos. Tudo isso faz com que seja preciso tempo e os mercados financeiros não têm tempo. Os mercados financeiros têm de aceitar as regras das democracias”.

As inspeções da Troika constituída pela Comissão Europeia, Banco Central europeu e FMI regressam à Grécia esta quarta-feira.

O grupo de credores deve chegar a acordo com Atenas sobre o pagamento da próxima tranche do empréstimo de 8 mil milhões de euros. Uma fatia sem a qual a Grécia corre o risco de não conseguir pagar os salários da Função Pública.