Última hora

Última hora

Clinton considera negativa a construção de colonatos por Israel

Em leitura:

Clinton considera negativa a construção de colonatos por Israel

Tamanho do texto Aa Aa

Depois de uma série de consultas prévias o Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas discute o pedido da Autoridade Nacional Palestiniana de criação de um Estado independente.

A aprovação depende de nove dos 15 votos do conselho, sem rejeição alguma dos que detêm assentos permanentes, as discussões podem durar cerca de quatro semanas.

A delegada da autoridade palestiniana da União Europeia, Leila Shaid, fala das alternativas face a um bloqueio negocial. “Não vamos esperar eternamente, é evidente que se temos a impressão de que nos fazem esperar, que procuram ganhar tempo, resta-nos claramente a alternativa de ir à Assembleia Geral onde dispomos do apoio de uma maioria”.

Dos 193 países que integram as Nações Unidas, os palestinianos dizem poder contar com o apoio de pelo menos 127 para o pedido de adesão plena de um Estado da Palestiniano às Nações Unidas com base nas fronteiras de 04 de junho de 1967.

Israel anunciou entretanto a construção de mais colonatos em Gilo dando mais uma golpe na possibilidade de negociações entre israelitas e palestinianas.

Em Washington, no final de uma reunião com vários representantes diplomáticos Hillary Clinton critou esta decisão e considerou a construção em Jesrusalém Oriental contraproducente aos esforços que as duas partes devem desenvolver para que as negociações diretas possam ser retomadas.