Última hora

Última hora

Manifestações ampliam-se na Bulgária

Em leitura:

Manifestações ampliam-se na Bulgária

Tamanho do texto Aa Aa

Os tumultos na Bulgária estão a ampliar-se. Mais de 160 pessoas foram detidas durante manifestações em mais de 14 cidades, incluindo a capital Sofia.

Segundo as autoridades, participaram nas manifestações cerca de dois milhares de pessoas. Na origem dos protestos está um conflito étnico envolvendo ciganos. Mas a contestação alargou-se contra o desemprego, a impunidade criminal e a pobreza do país. O governo também esteve na mira.

“Temos um primeiro-ministro podre no nosso doce país e o nosso ministro do interior é um professor de educação física. Eles têm que partir”, referiu um manifestante em Sofia.

Os tumultos tiverem início na sexta-feira e são considerados os mais graves em muitos anos. A comunicação nas redes sociais ajudou a inflamar a indignação, depois de um jovem de 19 anos ter sido atropelado em Katunitsa, por membros de um clã cigano, ligado a atividades ilícitas.