Última hora

Última hora

Tensão volta a Mitrovica

Em leitura:

Tensão volta a Mitrovica

Tamanho do texto Aa Aa

Perto de uma centena de sérvios concentraram-se junto à fronteira no norte do Kosovo para protestar contra a violência que feriu 16 civis e quatro soldados da paz.

A missão da KFOR foi refoçada depois deste incidente que ocorreu quando os militares tentaram derrubar uma barreira erguida pelos sérvios, perto da fronteira de Jarinje, a cerca de 100 km de Pristina.

Kristivoj Pantic, lider sérvio do Kosovo, afirma que os sérvios não têm medo e que o número de manifestantes vai engrossar com as barricadas e que estão prontos a derramar o seu sangue se for preciso. “Não vamos pegar em armas, não vamos usar a força, mas não vamos cair antes do inimigo”.

Belgrado que não reconhece a independência do Kosovo, suspendeu hoje o diálogo sob a mediação da União Europeia para resolver o problema de circulação de mercadorias no território.

A cidade kosovar de Mitrovica é frequentemente palco deste tipo de tensões entre sérvios que habitam no norte e albananes no sul.

O primeiro-ministro do Kosovo, o albanês Hashim Thaci avisa que as barricadas vão continuar a ser levantadas porque não pode permitir obstáculos à autoridade do governo da República do Kosovo”.

Na cidade dividida de Mitrovica a tensão inter comunitária volta a reavivar o fantasma da guerra.

Três albaneses kosovares ficaram hoje feridos em novos incidentes depois de terem sido atacados por sérvios.