Última hora

Última hora

Síria: Continuam os protestos e os combates

Em leitura:

Síria: Continuam os protestos e os combates

Tamanho do texto Aa Aa

Dezenas de milhares de manifestantes invadiram as ruas em toda a Síria exigindo o afastamento do presidente Bashar al-Assad.

Entretanto no centro do país continuam as lutas entre forças leais e rebeldes.

Na cidade de Rastan tropas governamentais confrontam-se com desertores do exército no que é o primeiro combate prolongado desde que os protestos contra Assad começaram há seis meses.

Embora a maioria do exército e das forças de segurança da Síria se mantivessem leais ao regime, verificaram-se bastantes deserções no exército devido aos soldados porque se recusarem disparar contra os manifestantes.

Esses desertores formaram unidades rebeldes em torno de Rastan, uma cidade de 40.000 habitantes a 180 km de Damasco.

Os desertores estão a utilizar táticas de guerrilha contra as forças leais, fortemente armadas.

Segundo habitantes locais pelo menos mil desertores e aldeões armados lutam contra as forças governamentais, que são apoiadas por tanques e helicópteros.