Última hora

Última hora

Liberdade ou prisão perpétua para Amanda Knox

Em leitura:

Liberdade ou prisão perpétua para Amanda Knox

Tamanho do texto Aa Aa

O caso Amanda Knox, que se arrasta desde há quatro anos, conhece hoje uma decisão final do pedido de recurso da primeira sentença.

A jovem norte-americana de 25 anos e o seu namorado, na altura dos acontecimentos, Rafaelle Solecito recorreram da sentença após terem sido condenados a 26 e 25 anos de prisão pelo assassínio de Meredith Kercher, encontrada parcialmente nua e com a garganta degoladam na noite de 1 de Novembro de 2007.

Os fatos ocorreram na cidade italiana de Perugia, no centro do país Itália, onde Kercher e Knox partilhavam, na altura, um apartamento e ambas se encontravam a estudar no programa de intercâmbio Erasmus.

Os advogados de defesa invocam um série de erros ao longo das investigações nomeadamente a existência de adn na faca alegadamente usada no crime.

Se a defesa convencer o juiz Knox pode ser ilibada da morte da sua colega ou então condenada a prisão perpétua.