Última hora

Última hora

Mesquita incendiada em Israel

Em leitura:

Mesquita incendiada em Israel

Tamanho do texto Aa Aa

A violência no Médio Oriente conheceu um novo episódio esta madrugada, quando uma mesquita foi destruída pelo fogo, na aldeia árabe de Tuba-Zangria, na região da Galileia, no norte de Israel.

Os autores do incêndio criminoso escreveram a palavra “vingança” nas paredes, o que leva a crer tratar-se de uma retaliação pela morte de Asher Palmer, um colono judeu morto juntamente com o filho de 18 meses num desastre de automóvel, depois de ter sido apedrejado por palestinianos, na Cisjordânia.

O ato foi já condenado pelo governo de Israel. O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu disse que foi um ato indigno do povo israelita.

Este tipo de ações tem sido comum na Cisjordânia, mas é a segunda vez que toca as regiões de maioria árabe em território israelita.

Os colonatos judeus na Cisjordânia estão no centro das conversações de paz que devem recomeçar entre israelitas e palestinianos. O secretário norte-americano para a Defesa, Leon Panetta, está no Médio Oriente e vai encontrar-se com Netanyahu e com Mahmud Abbas.