Última hora

Em leitura:

Azedam as relações entre Washigton e Pequim por causa do Yen


China

Azedam as relações entre Washigton e Pequim por causa do Yen

Pequim ameaça Washington de uma guerra comercial caso seja aplicado o projecto-lei que dá poderes ao Executivo para combater moedas demasiado “desvalorizadas”.

O democrata Charles Shumer, que propôs a texto, denúncia claramente que a China tem um sistema mercantilista e que subverte as regras do livre comércio sempre que isso a beneficia.

Trata-se de mais um episódio na longa guerra de nervos em torno da cotação da divisa chinesa.

O projecto-lei que está em causa vai ser votado pelo Senado e dará ao Tesouro americano a possibilidade de avaliar a força das divisas externas e lançar sanções caso sejam consideradas como artificialmente “fracas”.

As sanções podem passar por tarifas alfandegárias mais altas ou pela decisão do Governo americano de não comprar bens e serviços nos países que fazem desvalorizações competitivas.

Pequim procura manter a sua sesvalorizção de forma a apoiar a competitividade das suas exportações e acumular reservas de dólares com os excedentes comerciais.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Estudante americana libertada em Itália