Última hora

Última hora

Banca europeia em queda por exposição à Grécia

Em leitura:

Banca europeia em queda por exposição à Grécia

Tamanho do texto Aa Aa

As ações do Dexia continuam a afundar-se, depois de a agência Moody’s ter colocado o rating do banco em revisão, por causa da exposição à Grécia.

O ministro francês das Finanças, François Baroin, assegurou hoje que França e Bélgica, acionistas do banco, vão apoiar a instituição. “A dificuldade de acesso à liquidez cria hoje tensões suplementares, tal como em 2008. Foi isso que nós dissemos com o nosso homólogo belga. Os Estados belga e francês responderão “presente”, pela parte de atividades, nomeadamente no que se refere a depósitos de particulares na Bélgica, pela garantia desses depósitos e responderá presente quanto ao ponto sobre o qual o Estado francês presta grande atenção, que são os empréstimos às coletividades locais”.

O BNP Paribas é o banco mais exposto à Grécia, com cinco mil milhões de euros, seguido por Société Générale, com 4,2 mil milhões, Dexia, com 3,8 mil milhões, e Deutsche Bank, com 3 mil milhões.

As ações do Dexia e do Société Générale lideravam as quedas entre a banca europeia, penalizados pelos receios de que os bancos estão a ter dificuldades para financiar-se.

O presidente do Eurogrupo defendeu que a participação do setor privado no segundo plano de ajuda à Grécia deve ser revista, para ter em conta a situação degradada da economia e dos mercados europeus.