Última hora

Última hora

Cameron: "Este país nunca vai aderir ao Euro"

Em leitura:

Cameron: "Este país nunca vai aderir ao Euro"

Tamanho do texto Aa Aa

David Cameron, no discurso de encerramento do Congresso do Partido Conservador, voltou a defender as medidas austeras do seu governo para que o Reino Unido consiga ultrapassar a crise.

“A ameaça à economia mundial e à Grã-Bretanha é tão grave como em 2008, quando a recessão mundial se aproximava. A zona do euro está em crise, as economias francesa e alemã abrandaram, estão quase paralisadas. Mesmo a poderosa América está a ser questionado sobre suas dívidas. A única saída para a crise da dívida é lidar com dívidas,” avisa Cameron.

O primeiro-ministro britânico afastou qualquer hipótese de o Reino Unido aderir à moeda única.

“Como não estamos no euro, podemos estabelecer estas medidas nos nossos próprios termos, por nós próprios. Então deixem-me dizer isto: Enquanto for primeiro-ministro, este país nunca vai aderir ao euro,” garantiu David Cameron.

As últimas estatísticas avançam que a economia do Reino Unido registou um crescimento residual nos últimos nove meses, entre Outubro de 2010 e Junho deste ano.

O governo de Cameron tem sido criticado pelos cortes no sistema social britânico.

Os sindicatos prometem sair à rua em protesto, no próximo mês.