Última hora

Última hora

Aliado de Berlusconi admite eleições antecipadas

Em leitura:

Aliado de Berlusconi admite eleições antecipadas

Tamanho do texto Aa Aa

O governo de Sílvio Berlusconi não deverá resistir até ao final da legislatura em 2013.

A convicção é do principal aliado do primeiro-ministro, Umberto Bossi, líder da Liga do Norte, que afirmou que um novo escrutínio seria melhor para a Itália, mas que Berlusconi é o problema.

O chefe de governo tem insistido em manter-se no cargo mesmo após complicações políticas e pessoais, incluindo quatro processos na justiça por fraude e crimes de cariz sexual.

A fragilidade política causa desconfiança nos investidores e aumenta o custo do financiamento do país, principalmente depois de Bossi ter feito referência a desentendimentos quanto a quem vai ocupar o cargo de governador do Banco de Itália quando Mário Draghi substituir Jean-Claude Trichet à frente do Banco Central Europeu.