Última hora

Última hora

Anna Politkovskaya morreu há cinco anos

Em leitura:

Anna Politkovskaya morreu há cinco anos

Tamanho do texto Aa Aa

Cinco anos depois do assassinato de Anna Politkovskaya as autoridades russas avançam com novas acusações sobre o assassinato da jornalista.

Os investigadores afirmaram, esta sexta-feira, que vão apresentar novas acusações contra o suspeito que acusam de ter tratado de todos os pormenores do crime.

Para os amigos da jornalista a situação é estranha. Ilya Politkovskii afirma que as autoridades não querem, de facto, investigar o caso. Explica que não pretende dizer que seja algo proibido mas, ao mesmo tempo, acredita que não há o desejo da parte delas, de chegarem ao fundo da questão.

Este é o homem que foi preso em agosto, e continua detido, acusado de desempenhar um papel importante neste assassinato.

Anna Politkovskaya foi morta em sua casa, em 2006, no dia do aniversário de Vladimir Putin, então no segundo mandato presidencial.

Na altura o chefe de estado russo afirmou que a morte da jornalista era mais prejudicial do que os artigos que escrevia.

Putin, agora primeiro-ministro, celebra 59 anos a cerca de cinco meses das presidenciais que lhe deverão devolver o cargo.