Última hora

Última hora

Fitch desce "rating" de Itália e Espanha mas mantém nota de Portugal

Em leitura:

Fitch desce "rating" de Itália e Espanha mas mantém nota de Portugal

Tamanho do texto Aa Aa

A agência de notação financeira Fitch cortou o “rating” da dívida da Itália e da Espanha. A descida da nota dos dois países é justificada pela vulnerabilidade face à crise na Zona Euro.

A dívida soberana italiana desce de um escalão, de AA- para A+. A Fitch diz que a dívida elevada, a necessidade de financiamento e as fracas perspetivas de crescimento da Itália deixam o país particularmente vulnerável a uma crise externa.

Reagindo aos pedidos de demissão da oposição – que se multiplicam desde que o “rating” italiano foi também cortado pelas agências Moody’s e Standard & Poor’s -, o primeiro-ministro italiano afirma que “a última coisa que o país precisa neste momento de crise global é instabilidade […] ou uma crise no governo”.

Já no caso da Espanha, o “rating” desce mesmo dois níveis, de AA+ para AA-. Segundo a Fitch, o país sofre do fraco desempenho orçamental dos governos regionais, que põe em risco as contas nacionais.

A agência de notação financeira decidiu manter a nota de Portugal – no último escalão antes da classificação “lixo” -, mas avisa que o corte no “rating” pode ainda acontecer antes do fim do ano.