Última hora

Última hora

Nobel da Paz difícil de prever será conhecido hoje

Em leitura:

Nobel da Paz difícil de prever será conhecido hoje

Tamanho do texto Aa Aa

O Prémio Nobel da Paz é conhecido esta sexta-feira. Para os analistas, o galardão poderá cair nas mãos de figuras emblemáticas da “Primavera Árabe”, como Lina Ben Mhenni.

A jovem tunisina foi uma das primeiras a criticar, através do seu blog, o regime de Ben Ali, ainda antes do início da primeira revolta popular no mundo árabe.

O Movimento de Juventude de 6 de Abril no Egito é outro dos nomes apontados. Uma possibilidade anunciada e também peça essencial da revolução egípcia, é a ciberativista Israa Abdel Fattah. Ela própria defendeu a nomeação em bloco da Primavera Árabe, para promover as lutas na Síria e no Iémen.

A televisão norueguesa TV2 apontou a presidente da Libéria Ellen Johnson Sirleaf, primeira mulher eleita chefe de Estado no continente africano, como a “laureada mais provável” para o Nobel da Paz de 2011. A TV2 previu corretamente os últimos dois nomeados, o dissidente chinês Liu Xiaobo e Barack Obama.

Entre as 241 candidaturas, outra favorita é a médica afegã e defensora dos direitos das mulheres, Sima Samar.

Entre as 53 organizações na liça, mesmo a União Europeia é vista como forte possibilidade, depois do presidente do comité norueguês do Prémio Nobel – um eurófilo convicto – ter dito que o laureado será “bastante unificador” e não forçosamente vindo da Primavera Árabe.

Na América Latina, a organização “Damas de Branco”, constituída por familiares de presos políticos cubanos é também uma séria candidata.