Última hora

Última hora

"Tiranossauro", a primeira longa-metragem de Paddy Considine

Em leitura:

"Tiranossauro", a primeira longa-metragem de Paddy Considine

Tamanho do texto Aa Aa

É a estreia do ator Paddy Considine na realização de longas-metragens.“Tiranossauro” acompanha a lenta construção de um relacionamento entre o auto destrutivo Joseph e Hannah, vítima de violência e abusos.

Considine também escreveu o argumento deste filme rodado em Leeds, no Reino Unido, com Peter Mullan and Olivia Colman nos principais papéis.

“Apesar do filme não ser autobiográfico, tem a ver com muitas coisas que cresceram em mim ao longo dos anos, durante a infância, a adolescência que têm a ver com o tipo de lugar onde cresci. Todas essas coisas manifestaram-se em mim e penso que tiranossauro foi a expressão de todas essas frustrações e medos, mas também o fascínio em tudo o que encontro É algo que tinha de ser contado”, afirma o realizador.

Mullan interpreta um personagem que vê o fim da vida a aproximar-se, mergulhado na tristeza, um desespero que afoga nas constantes visitas ao pub e nas trocas de ameaças com os jovem da terra.

Apesar do caráter destrutivo dos personagens Olivia Colman considera que o filme tem uma mensagem positiva: “Tem tudo a ver com o amor e com ser positivo. Se damos amor, recebemos amor, e é o amor que nos permite ultrapassar qualquer situação. Penso que o filme é sobre isso, é uma história de amor”.

“É sobre o encontro de duas almas que vêm de estratos sociais diferentes, mas que descobrem uma amizade, que se compreendem e partilham a dor, algo que parece muito improvável porque a sociedade levanta muita barreiras. No filme, uma das vitórias é exatamente o facto da personagem da Olivia sentir-se confortável e à vontade com este homem que no inicio pensamos que é um indivíduo muito perigoso”, acrescenta Considine.

“Tiranossauro” estreou-se em Sundance com Colman and Mullan a conquistarem prémios de interpretação e Considine, o de realização.

O filme está agora em várias salas europeias.