Última hora

Última hora

Polónia: Detidos presumíveis autores dos atentados contra o IKEA

Em leitura:

Polónia: Detidos presumíveis autores dos atentados contra o IKEA

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia polaca anunciou a detenção de dois presumíveis autores dos recentes atentados à bomba contra lojas do Ikea, na Europa.

Os dois homens, de 39 anos e identificados como Adam e Mikolaj, foram interpelados no noroeste da Polónia e acusados ​​de pôr em perigo a vida de pessoas e extorsão. Estão sujeitos a penas que podem chegar aos 10 anos de prisão.

Segundo a polícia Adam é um antigo gestor de empresas, e Mikolaj tem cadastro por implicação em tráfico de estupefacientes.

“Os suspeitos prepararam os seus crimes cuidadosamente e utilizaram diferentes tipos de camuflagem. Escolheram locais muito longe da Polónia para não serem relacionados com o próprio país”, disse o chefe da polícia.

A dupla tentou extorquir 6 milhões de euros ao gigante sueca do mobiliário, colocando bombas caseiras em instalações da empresa.

Entre maio e setembro verificaram-se atentados em França, Bélgica, Holanda, Alemanha e República Checa.

Na Alemanha ficaram feridas duas pessoas, mas não houve mortes.

Após o último ataque, em Praga, os dois homens ameaçaram com mais atentados a menos que o IKEA lhes pagasse 6 milhões de euros.

A porta-voz da empresa recusou-se a fazer comentários.