Última hora

Última hora

Polícia belga desmonta acampamento de "Indignados"

Em leitura:

Polícia belga desmonta acampamento de "Indignados"

Tamanho do texto Aa Aa

Perto de 200 “indignados” provenientes de Espanha, França, Holanda e Itália começaram a chegar na tarde de ontem a Bruxelas.

O objetivo dos manifestantes anticapitalistas era de permanecer no Parque Elisabeth, na capital belga, durante uma semana para realizar ações de sensibilização sobre a crise atual e o agravamento das condições de vida.

Os ativistas começaram a montar tendas no parque, mesmo sem a autorização das autoridades belgas.

Este manifestante espanhol diz que “é um sonho realizado para mim e para todos os que vieram, por isso sim estou muito contente.”

Um contentamento que não durou muito tempo. Ao início da noite, a polícia belga começou a desmontar as tendas do parque Elisabeth, perto da basílica nacional. 48 ativistas foram detidos depois de terem recusado deixar o acampamento improvisado.

Durante a semana, os “indignados” vão ficar instalados num edifício desocupado da Universidade de Flandres.

Os ativistas esperam ser recebidos terça ou quarta-feira no Parlamento Europeu. Para dia 15 está prevista uma grande manifestação em Bruxelas.